Home / Agenda Cultural / Vem aí o Afropunk e o Samba Reggae tá na grade
Foto: Reprodução / IBahia

Vem aí o Afropunk e o Samba Reggae tá na grade

Espalhe por ai:

Conheça também o Projeto Baobá

Como dizia a ativista Lélia Gonzalez, a “negadinha” está ansiosa para a chegada do Afropunk, evento que vai deixar nossa cidade ainda mais bonita.

É impressionante a produção para festa, que será nos dias 18 e 19 de novembro. “Black is beautiful”, então bote o seu melhor look! “Em nós tudo fica mais bonito”, como diz o poeta Adailtom Poesia, em ‘Deusa do Amor”, um clássico do samba reggae. Depois é só escolher o palco Agô ou o Gira. Na grade, Alcione vai celebrar os 50 anos de carreira lado a lado com a Escola de Samba Mangueira. Tem ainda Caverinha, Iza, Caio Black e Carlinhos Brown com o show Alfagamabetizado, em comemoração aos 27 anos do disco. Tudo isso vai rolar no Parque de Exposições, em Salvador.

Foto: Reprodução / IBahia

Foto: Reprodução / IBahia

Foto: Reprodução / IBahia / Divulgação/ Leo Aversa

ENCONTRO DE ATIVISTAS NEGROS

“O Legado de Palmares“ é um dos temas que vão ser discutidos no IV COPENE – Congresso Brasileiro de Pesquisadores (as) Negros (as), em Maceió. O Copene é um fórum que reúne associados e ativistas em ações de articulação, divulgação, promoção e valorização de uma agenda nacional voltada aos estudos africanos e afro-brasileiros.

O evento é organizado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Instituto Federal de Alagoas (Ifal). Na pauta: relatos de experiências afro-pedagógicas, racismo religioso em escolas, solidariedade e organizações comunitárias de matriz africana no desenvolvimento local em Alagoas e o Legado de Palmares.

Militantes e artistas de vários estados do Brasil vão participar. São esperados no evento Carlos Moura, primeiro presidente da Fundação Cultural Palmares; João Jorge Rodrigues, atual presidente da Palmares; a filósofa e escritora Helena Theodoro e o antropólogo e professor da Universidade Federal do Maranhão (UFM), Carlos Rodrigues da Silva.

HISTÓRIAS NEGRAS PARA CRIANÇAS

Começa hoje o Projeto Baobá. O formato é uma contação de histórias da maior importância para nós, da população negra. Vamos aos pontos: nós sabemos que ninguém nasce racista. Aprende-se a ser racista. É a pura realidade. Quando digo isso é porque as crianças reproduzem na rua, na escola, na igreja, o que ouvem em casa, dito pelos mais velhos.

Há um outro lado da história no que se refere às crianças negras. Muitas sem identidade, sem autoestima, o desconhecimento da nossa história, dos nossos ancestrais. É preciso saber de onde se vem.

Chega o projeto “Baobá de histórias“. O objetivo é a valorização da literatura e da produção artística e ressaltar a importância da Lei 10.639 /2023 (que completa 20 anos) e obriga o ensino da história brasileira negra e africana em escolas públicas e privadas do Brasil. Em Salvador, oito escolas vão ser contempladas, entre elas a Escola Municipal João Lino, a Escola Governador Roberto Santos, Escola Cosme de Farias e a Escola Alto de Coutos. A jornalista e consultora de projetos literários e culturais, Patrícia Bernardes, pontua: “o baobá é uma arvore que dura anos. Somos sempre renovação. Assim é a literatura, infantojuvenil.

XEXÉU VAI PARTICIPAR DO CANDYALL E TAL

Fiquei contente em saber que Xexéu foi convidado pela Banda BitGaboott para fazer uma participação especial no dia 11 de novembro, no Candyall e Tal. O Candeal sempre foi minha vida – me disse o beija-flor. Para quem não sabe, quando conheci a Timbalada, eu já frequentava o bairro. Léo e Boghan são grandes parceiros. Xexéu lembra os grandes momentos vividos na Timbalada. “Agradeço a Deus por ter colocado Carlinhos Brown em nossas vidas“. O evento acontece nos dias 11 e 12 de novembro deste ano. Até quinta que vem. Se Deus quiser!!!

Fonte: IBahia

Espalhe por ai:

Sobre Jefferson Cleiton

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Mostra apresenta espetáculos indicados ao Prêmio Braskem de Teatro

Espalhe por ai: O público tem a oportunidade de ver ou rever ...

‘A Farsa da Boa Preguiça’ estreia no Teatro Vila Velha em novembro

Espalhe por ai: Obra é baseada em livro de Ariano Suassuna. Ingressos ...