Home / Política / Flávio Dino nega ter recebido a “dama do tráfico” no Ministério da Justiça
Foto: Reprodução/ Metro 1 / Valter Campanato/Agência Brasil

Flávio Dino nega ter recebido a “dama do tráfico” no Ministério da Justiça

Espalhe por ai:

Ministro garante que as informações foram “inventadas” e classificou a situação como “vil politicagem”

Flávio Dino (PSB), ministro da Justiça, afirmou nesta segunda-feira (13) que nunca recebeu líderes de facção em seu gabinete. A declaração acontece em resposta a matéria do jornal Estado de S. Paulo, que revelou duas ocasiões diferentes em que Luciane Barbosa Farias, conhecida como “dama do tráfico amazonense”, esteve no Ministério da Justiça com secretários do ministro.

Luciene é mulher de Clenilson dos Santos Farias, o Tio Patinhas, líder da facção Comando Vermelho no Amazonas, que cumpre 31 anos no presídio de Tefé, no estado. Ela também foi sentenciada a dez anos de prisão, mas responde em liberdade.

Secretário de Assuntos Legislativos no ministério, Elias Vaz informou que no dia 14 de março recebeu uma solicitação de audiência por parte da ex-deputada estadual Janira Rocha. Dois dias depois, 16 de março, Janira teria ido à pasta e levado Luciane como sua acompanhante. “Ela se limitou a falar sobre supostas irregularidades no sistema penitenciário. Repudio qualquer envolvimento abjeto e politiqueiro do meu nome com atividades criminosas”, declarou.

Já Dino afirmou nunca ter recebido líder de facção criminosa, ou esposa, ou parente, ou vizinho para uma audiênciano Ministério da Justiça. “De modo absurdo, simplesmente inventam a minha presença em uma audiência que NÃO SE REALIZOU em meu gabinete. Sobre a audiência, em outro local, sem o meu conhecimento ou presença, vejam a história verdadeira no Twitter do Elias Vaz [secretário do ministério]. Lendo lá, verificarão que não é o que estão dizendo por conta de vil politicagem”, ressaltou.

Fonte: Metro 1

Espalhe por ai:

Sobre Jefferson Cleiton

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Família Bolsonaro teme a existência de outras gravações feitas por Ramagem

Espalhe por ai: PF encontrou, no computador de Ramagem, um áudio com ...

PF acredita que Ramagem fez outras gravações de Bolsonaro

Espalhe por ai: No áudio, o ex-presidente e o ex-chefe da Abin ...